Qatar irá prender turistas que transarem e forem descobertos durante a Copa

No Catar, sexo fora do casamento é ilegal e pode acarretar pena de sete anos de prisão; presidente do comitê organizador pediu respeito

Os torcedores que viajarem ao Qatar para assistir à Copa do Mundo, que acontece este ano do dia 21 de novembro até 18 de dezembro, serão avisados que podem pegar até sete anos de prisão por um possível encontro sexual fora do casamento — no país do Oriente Médio, o sexo fora do casamento é ilegal e acarreta em uma pena de sete anos de prisão. 

Uma fonte policial do país afirmou ao portal de notícias 'Daily Star' que realmente existe uma proibição de sexo nesta Copa do Mundo, e que é melhor todos os fãs irem preparados.

"O sexo está muito fora do menu, a menos que você venha como marido e mulher. Definitivamente não haverá encontros de uma noite neste torneio", disse a fonte. 

Fonte: Estadão

Dê sua opinião:

Voltar para o topo