Você precisa ou não desligar o computador depois de usar ?

A grande verdade é que a maioria das pessoas se pergunta se o computador pode ficar ligado direto, ou se precisa ser desligado.

No começo da popularização do computador, a maioria das pessoas primeiro pôs as mãos naquele grandão, branco e inesquecível. Quem viveu, vai se lembrar. Naquela época, eram comuns os cursinhos de informática pelas cidades, afinal de contas, a maioria das pessoas não sabia exatamente como usar a nova tecnologia. Esse é um dos períodos mais saudosistas para muitas pessoas e não é por menos. De lá para cá, muita coisa mudou, mas muitas dúvidas permanecem as mesmas.

Se você viveu aquela época, provavelmente deve se lembrar que os PCs não tinham muito velocidade. As vezes, para algumas atividades, chegavam a demorar horas… Nesse ritmo, era comum que os usuários optassem por não desligar os aparelhos, afinal de contas, quanto mais tempo ligado, maiores as chances do aparelho terminar a ação. No entanto, o tempo passou e a maioria desses aparelhos receberam melhorias consideráveis e, com isso, muitas tarefas passaram a ser mais rápidas. Somando isso à conta de luz, e outros n fatores, você já deve estar imaginando o resultado: começamos a desligar o computador depois de usar.

Depois disso, no entanto, os aparelhos continuaram a receber melhorias e chegamos a um ponto interessante: a popularização dos notebooks. Com a chegada desses aparelhos, curiosamente, voltamos a deixar os aparelhos ligados por mais tempo. Por ser um aparelho mais portátil (embora seus primeiros modelos tenham sido verdadeiros tijolos), geralmente usamos e apenas fechamos a tampa, para retomar as operações onde paramos.

A grande verdade é que a maioria das pessoas se pergunta se o computador pode ficar ligado direto, ou se precisa ser desligado. Em geral, a maioria das pessoas procura desligar o aparelho pelo menos uma vez no dia. Geralmente, existe uma divisão entre quem acha que o computador precisa “descansar”, e aqueles que não veem problema em deixar o aparelho ligado. Mas qual lado esta certo no fim das contas ?

Para as almas ansiosas que gostam de uma resposta objetiva, este não é o caso em que seja possível oferecer uma. Acontece que tudo se resume ao quanto você costuma usar seu aparelho. A chave esta em entender o que cada opção oferece. Você pode apenas suspender o aparelho, ou pode desliga-lo de vez. O que isso significa?

  • Suspender: se você suspende o aparelho, ele não desativa inteiramente. Ao suspender o aparelho, ele continua com as atividades em segundo plano, funcionando com baixa energia. Quando você inicia o aparelho, se ele estava apenas suspenso, a máquina apenas volta a funcionar em plena energia.
  • Desligar: ao desligar o aparelho, por outro lado, ele interrompe totalmente as atividades. Na prática, isso significa que, ao religa-lo, o aparelho vai acionar apenas com as operações essenciais. Isto significa, por exemplo, que o consumo da memória RAM estará reduzido.

Na prática, não “faz mal” ao aparelho mantê-lo ligado; no entanto, é possível que a intensidade do seu uso seja determinante em alguns fatores. Reiniciar o aparelho pode ser necessário, em algumas situações, mas se o seu aparelho não apresenta essa necessidade, você não precisa tentar antecipar.

Fonte: Site de Curiosidades

Dê sua opinião:

Voltar para o topo