Equatorial inaugura subestação em Simões e dobra a capacidade de energia para 18 municípios

A obra vai reforçar a energia, de forma direta, em 14 municípios da região Sul do Piauí

A Equatorial Piauí inaugurou, nesta quarta-feira (29), a expansão da Subestação Simões e a nova linha de Distribuição Chapada I/ Simões, que conta com investimentos de aproximadamente R$ 16,7 milhões e irá beneficiar de forma direta mais de 79 mil pessoas com mais energia de qualidade e segurança. Com a entrega, clientes dos municípios de Belém do Piauí, Betânia do Piauí, Campo Grande do Piauí, Caridade do Piauí, Curral Novo do Piauí, Francisco Macêdo, Francisco Santos, Jacobina do Piauí, Jaicós, Marcolândia, Massapê, Padre Marcos, Patos do Piauí e Simões ganham reforço e confiabilidade no fornecimento. O investimento também beneficia de forma Indireta, os municípios de Acauã, Paulistana, Queimada Nova e São Francisco de Assis do Piauí.  

O dia da entrega foi marcado pela inauguração e visita às instalações da nova subestação ampliada, seguida da solenidade na praça Antônio Lopes, com grande público presente, tendo como vista a igreja Matriz do município de Simões.

O presidente da Equatorial Piauí, Lener Jayme, reforçou os benefícios que a subestação vai trazer para os municípios da região. “Nesses quatros anos que estamos no Piauí já investimos aproximadamente R$ 1,5 bilhão em melhorias para a população, trazendo desenvolvimento de norte a sul do estado. Em Simões, mais que duplicamos a capacidade de energia da subestação, que conta com tecnologia de ponta para a realização de manobras de forma mais ágil em casos de interrupções de energia. Isso significa robustez e qualidade para garantir uma rápida recomposição do sistema para os municípios beneficiados’, afirmou.   

O Secretário de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis, Fernando Lima, representou a Governadora do Estado, Regina Sousa durante o evento e ressaltou os benefícios para a cidade de Simões, também conhecida como Cidade dos Ventos, pelo grande potencial de geração de energia eólica. “Ficamos bastante satisfeitos com os investimentos que a Equatorial vem realizando no Piauí, muito felizes pela obra na cidade de Simões, que é de extrema importância para que a região tenha as condições ideais para produzir e gerar empregos. A ação proporciona o desenvolvimento do comércio para todas as cidades do entorno e, mais que isso, garante mais qualidade no fornecimento para que todos os consumidores possam realizar suas atividades diárias”, declarou o Secretário.


O Líder de Obras de Alta Tensão, Luiz Lima, destaca a inovação presente na nova subestação. “Com potência de 15 MVA, a subestação Simões conta com o que existe de mais moderno no setor elétrico, tecnologia de ponta em automação, controle e capacidade de intervenção de maneira remota. É um investimento estruturante para toda a região”, destacou.

A solenidade contou com a presença de gerentes, superintendente e colaboradores da Equatorial Piauí, além de prefeitos da região, vereadores do município de Simões e da população de um modo geral.  A obra representa um grande reforço no sistema elétrico no sul do estado. “A nova subestação faz parte da política de atuação da empresa com o objetivo de promover melhorias para os mais de 1,4 milhão de clientes piauienses. É mais qualidade no fornecimento, continuidade e segurança. Ampliamos a oferta de energia, passo importante para atender a demanda atual e o potencial reprimido de novos clientes em Simões e região.”, frisou Paulo Medeiros, Superintendente da Regional Sul da Equatorial Piauí.        

Já o prefeito de Simões, Zé Ulisses, ressaltou a importância dos investimentos realizados pela Equatorial Piauí. “Essa é uma grande iniciativa, uma vez que vai duplicar a carga de energia para a cidade de Simões e outros 13 municípios beneficiados de forma direta. Assim, teremos uma energia de mais qualidade para que os empresários locais possam desenvolver o comércio local e contribuir com o crescimento da nossa cidade”, declarou o prefeito.    

Linha de Distribuição 

Como melhoria, a obra também contempla a construção da nova Linha de Distribuição de energia Chapada I/Simões, que possui 15 km de extensão e investimentos que contabilizam cerca de R$ 3,7 milhões.  Ao todo, são R$ 16,7 milhões investidos para levar mais energia para o Sul.

“Em termos práticos, teremos grandes benefícios para a população dos 18 municípios beneficiados. As melhorias vão desde o reforço no sistema de energia, tendo em vista que, mais que dobramos a potência da subestação (6,25 MVA para 15 MVA), a mais qualidade no nível de tensão e confiabilidade no fornecimento”, pontuou Luiz Lima.    

Dê sua opinião:

Voltar para o topo