Picada de aranha leva piripiriense Barroso Neto à UTI em Piripiri. Barroso já recebeu alta

Nesse período chuvoso insetos venenosos invadem casas levando perigo principalmente às crianças

O enfermeiro piripiriense  Barroso Neto, 35 anos, foi internado e chegou a ficar na UTI do Hospital Regional Chagas Rodrigues após ser picado por uma aranha enquanto dormia em casa  A suspeita é que ele tenha sido picado por uma aranha-marrom (Loxosceles) – uma das mais perigosas do país, conhecida pela picada necrosante.

Em entrevista ao Portal Reporter10.com, Barroso Neto relatou que foi picado na noite do último domingo (14) quando o mesmo estava dormindo. Barroso disse que sentiu uma picada leve, mas não procurou ajuda médica de imediato. Pela manhã começou a vomitar, sentindo  muita dor no local da picada, além de febre, tontura, diarreia e pressão alta.
O mesmo foi encaminhado às pressas ao Pronto Socorro do Hospital Regional Chagas Rodrigues e chegando lá foi medicado com soro antiaracnídeo uma vez que o quadro sintomático já apresentava certa gravidade.
O enfermeiro chegou a ser internado na UTI para fins de observação médica.
Barroso Neto recebeu alta nessa quarta-feira (17), e já se encontra em casa. Segundo o mesmo, sua saúde já está 100%.

Em suas redes sociais o enfermeiro fez agradecimentos os profissionais do HRCR
"Agradeço a todos os profissionais do Hospital Regional Chagas Rodrigues, principalmente ao Enfermeiro Pedro que juntamente com a Dra. Natália que foram muito eficientes no meu atendimento! A Assistente Social Carla pela agilidade em conseguir o Soro antiaracnídeo sem o qual provavelmente o quadro se agravaria. Agradecer também a Mayana, a Marliane, Dr Silvio que abriu a clínica a noite para realização dos . Aos médicos Dr. Luís Eduardo e meu irmão de caminhada Dr Marcelo que prontamente me levou pra UTI! A todos que oraram pela minha recuperação eu já estou 100% e agora só agradecer a Deus por tudo por que eu sei que Ele honra a minha fé"


Prevenção
Uma forma de evitar picadas de aranha é manter ambientes residenciais sempre limpos e sem acúmulo de detritos, que possam servir de moradia para as aranhas, além de evitar frequentar matas e regiões com histórico de acidentes com este tipo de animal.
Caso seja picado por qualquer tipo de inseto, aranha ou demais animais peçonhentos, procure apoio médico, imediatamente. Quanto mais rápido o socorro, menores as chances de haver complicações mais sérias, como as necroses.

Dê sua opinião:

Voltar para o topo