Jornalista suspeito de matar advogada se declarou para a irmã: 'Coração puro'

Ele foi preso e deve ficar detido até a conclusão do inquérito.

O jornalista João Paulo Mourão, suspeito de assassinar a facadas a própria irmã, a advogada Izadora Santos Mourão, de 41 anos, no último sábado (13/02) na cidade de Pedro II, fez declaração para a irmã nas redes sociais com vários elogios antes do crime.

João Paulo chegou a conceder entrevista para a TV Meio Norte com uma versão contada pela mãe, mas investigações do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), apontam que o jornalista foi o autor do crime e contou com a ajuda da mãe.

Ele foi preso e deve ficar detido até a conclusão do inquérito.

No mês de novembro, João Paulo chegou a fazer uma declaração para a irmã nas redes sociais pela passagem do seu aniversário:

"Nessa semana foi o aniversário da minha linda irmã. Bonita, inteligente, educada, humilde, carinhosa, excelente filha, mãe amorosa e, acima de tudo, dona de um coração puro e cheio dos mais bonitos sentimentos. Te amo. Deus te abençoe princesa".

Fonte: 180graus.com

Dê sua opinião:

Voltar para o topo