Justiça do Piauí adia julgamento de irmão de advogada Izadora Santos, morta a facadas em Pedro II

Justiça do Piauí adia julgamento de irmão de advogada Izadora Santos

A onda de casos de Covid-19 e gripe que acometeu os servidores do Tribunal de Justiça do Piauí fez o juiz Diego Ricardo Melo adiar o julgamento de João Paulo, indiciado pelo assassinato da advogada Izadora Santos . João Paulo Santos é irmão da advogada. Além dele, a mãe, Maria Nerci, foram indiciados pela morte da advogada, configurado como feminicídio.

O sorteio dos jurados para compor o corpo de júri do tribunal que julgaria o caso foi marcado para o dia 27 de janeiro, e foi adiado para o dia 22 de fevereiro. O júri havia sido marcado para o dia 15 de fevereiro, e foi remarcado para 16 de março, às 7h. “Datas mais céleres possíveis”, escreveu o magistrado.

No último sábado (22), o Tribunal de Justiça do Piauí anunciou que suspenderia as atividades presenciais entre os dias 24 e 30 de janeiro deste ano. A medida foi determinada pelo presidente do tribunal, o desembargador José Ribamar Oliveira, através da portaria nº 212/2022 publicada na sexta-feira (21).

Para a determinação desta medida, o magistrado considerou a alta no número casos de Covid-19 e de gripe observada nas últimas semanas, o que resultou no aumento de afastamento de magistrados e servidores de suas atividades.

Fonte: G1

Dê sua opinião:

Voltar para o topo