Onda de violência mobiliza força-tarefa das polícias no combate ao crime em Piripiri

A onda de mortes violentas nesse início de julho provocou a mobilização da segurança pública

A cidade de Piripiri recebeu reforço no policiamento ostensivo após uma série de crimes violentos. Segundo o comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, major Jairo Oliveira, o Comando Geral da PM enviou mais equipes para ampliar a sensação de segurança local. O reforço deve ficar na cidade por tempo indeterminado.
A chegada do reforço alterou a cena das ruas de Piripiri que agora estão mais fortemente vigiadas. São equipes da Cavalaria, do Batalhão Aéreo e da Inteligência da Polícia Militar.
Somente neste mês de julho, a cidade registrou pelo menos quatro crimes violentos. Ontem (05), a Polícia Militar foi acionada após informação de um homem encontrado morto em casa; ainda não há confirmação se foi homicídio ou não.
Na última quinta (01), a cidade teve dois homicídios em intervalo de cinco horas, as vítimas foram um empresário de 51 anos e um jovem de 22 anos.
Na sexta (02), uma mulher de 33 anos e uma criança de sete anos foram vítimas de bala perdida. Elas foram alvejadas após correrem de uma tentativa de homicídio em via pública, que tinha como alvo uma terceira pessoa.
Recentemente, no dia 27 de junho, um bebê de um ano de idade foi atingido de raspão por um disparo de arma de fogo durante uma tentativa de homicídio contra um homem, que também foi baleado.


Fonte: Cidadeverde.com

Dê sua opinião:

Voltar para o topo