PRF realiza operação de combate à ESCA

As denúncias feitas por meio do Disque 100 e do Ligue 180 são gratuitas e podem ser anônimas. Qualquer pessoa pode acionar o serviço pelo 191 também.

lém do Maio Amarelo, movimento que busca chamar a atenção da sociedade para o tema segurança viária, neste mês, Campanhas de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes também são promovidas através do Maio Laranja. Neste sentido, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza a Operação Nacional de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (ONEESCA VIII - Parador 27), desde o dia 2 de maio, em todo  o país, a fim de combater esse que é um dos mais perversos crimes de nossa sociedade.

A operação ONEESCA vai até hoje (18), data marcada como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Ela conta com mais de três mil policiais atuando nas rodovias e estradas federais de todo o país para coibir a exploração sexual infantojuvenil. Aproximadamente 30 mil pessoas foram alcançadas e mais de 4 mil pontos fiscalizados. Com isso, 122 crianças ou adolescentes foram resgatados e 28 pessoas detidas por estarem envolvidas nesse tipo de delito.

Os registros realizados pela PRF mostram que o estado onde teve o maior número de pessoas resgatadas foi Piauí, com 79 resgates; seguido do Amapá, com 19; e da Bahia, com 6. No Rio Grande do Norte, nossos PRFs resgataram uma adolescente de 16 anos que se encontrava em um estabelecimento com características de favorecimento à prostituição. A adolescente foi entregue em segurança para a sua mãe.

Durante o ano de 2021, o Disque 100 registrou mais de 50 mil denúncias de violência sexual contra menores de idade. Por isso, as ações da PRF no combate a esses crimes são essenciais, principalmente pelo fator de vulnerabilidade das vítimas. Ambientes ermos como postos de combustíveis, casas noturnas, estabelecimentos comerciais e residências às margens das rodovias e estradas favorecem a prática desse delito. Assim, a PRF une serviços de inteligência à atividade ostensiva, e realiza um trabalho minucioso de combate e catalogação de pontos favoráveis a ocorrências desses ilícitos.

Projeto Mapear

O Projeto Mapear identifica regiões nas quais crianças e adolescentes possam estar em situação de vulnerabilidade ao longo das rodovias e estradas federais do Brasil e subsidia as operações com as informações. Esse georreferenciamento é realizado pela PRF a cada dois anos, e já recebeu diversas premiações desde 2009, inclusive o Reconhecimento Internacional do Fórum de Segurança da ONU.

As denúncias feitas por meio do Disque 100 e do Ligue 180 são gratuitas e podem ser anônimas. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas. A PRF também pode ser acionada, por meio do 191.

Fonte: ASCOM/PRF

Dê sua opinião:

Voltar para o topo