Zagueiro e fisioterapeuta em setor Covid de hospital, os sacrifícios de Caio, herói e anjo: "Às vezes, treinava sem tomar café"Personagem da primeira fase da Copa do Brasil, com gol da classificação do 4 de Julho para a segunda fase, narra a rotina ao Esporte Espetacular: "Não descansava. Às vezes só dormia 3h ou 4h por dia"; assista

Dê sua opinião:

Voltar para o topo