Mais de 9300 adolescentes de 12 a 17 anos já receberam 1ª dose no Piauí

De acordo com o último levantamento da Sesapi, 57 municípios estão vacinando esta faixa etária.

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Cerca de 9306 adolescentes de 12 a 17 anos já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Piauí. Os dados são do Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). De acordo com o último levantamento da Sesapi, 57 municípios estão vacinando esta faixa etária.

Nessa última sexta-feira (17), a Secretaria de Saúde realizou a distribuição de 30 mil doses da vacina da Pfizer as cidades piauienses.  Segundo o secretário de Saúde, Florentino Neto, estes imunizantes foram retirados da chamada “reserva técnica”.

Devido a orientação do Ministério da Saúde, esse grupo recebe exclusivamente a vacina da Pfizer/BioNtech, única autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a faixa etária.

Apesar da determinação do ministério de excluir a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a Covid-19 no Brasil, Florentino Neto afirmou ainda que o Piauí não deve seguir a instrução e irá avançar na vacinação.   

“É um direito dos adolescentes serem vacinados. Estamos aqui no Piauí fazendo esse gesto, mesmo não tendo recebido vacina exclusiva direcionada para este público, já estamos distribuindo, tirando da nossa reserva técnica, pois entendemos que os jovens, essas crianças, têm o direito de receber mais rapidamente essa vacina”, destaca Florentino.

De acordo com o cronograma de vacinação, inicialmente os adolescentes com deficiência permanente devem receber a primeira dose e em seguida os que possuem comorbidades. Após esse grupo, será a vez de gestantes e puérperas, dos que estão privados de liberdade e por último, o que não possuem comorbidades.

Ao todo, 543.299 adolescentes devem ser imunizados em todo o Piauí. Entre as cidades que estão imunizando, o município de Dom Inocêncio, distante 615 quilômetros de Teresina, já encerrou a vacinação desta faixa etária. 

Fonte: Cidadeverde.com

Dê sua opinião:

Voltar para o topo