Invasão de algas no Açude Caldeirão indica alto índice de poluição

O acúmulo dessas algas se dá por conta da concentração de elementos químicos na água

Uma cena vem chamando atenção dos piripiriense há mais de dois meses. O grande acúmulo de algas no açude Caldeirão tem assustado moradores, banhistas e toda a população do município, tendo em vista que o açude é única fonte de água da cidade, inclusive para beber.



Segundo relatos de profissionais, a cena traz um indicativo alarmante: a grande poluição no açude. O acúmulo dessas algas se dá por conta da concentração de elementos químicos na água. Os fatores que contribuem para a crescente taxa de poluição são os dejetos domésticos (esgoto) e fertilizantes agrícolas, dentre outros.

Até o momento a gestão municipal não se manifestou sobre o assunto. Já na Assembleia Legislativa, o assunto repercutiu, com o pedido de providências através do deputado Marden Menezes, com requerimentos encaminhados para o DNOCS e AGESPISA.

Dê sua opinião:

Voltar para o topo